Ativistas de direitos dos animais da Itália iniciaram um processo judicial contra Carlo Cracco, um dos chefs mais famosos do país e detentor de duas estrelas Michelin, depois dele ter cozinhado e servido um prato com carne de pombo no Masterchef italiano. As informações são do site do jornal The Telegraph.

O chef é descrito por uma revista como “um pioneiro em cozinha italiana progressiva”, mas despertou a fúria do grupo com seu prato exótico. O episódio foi transmitido no mês de janeiro de 2016.

A agência Ansa noticiou que a Associação Italiana para a Defesa dos Animais e do Meio Ambiente (AIDAA) apresentou uma queixa contra Cracco em Milão, onde está localizado o restaurante Ristorante Cracco, comandado pelo chef.

Carlo foi acusado de quebrar uma diretriz da União Europeia (UE), que protege e proíbe a caça e captura de algumas aves. O Columba livia, popularmente conhecido como pombo-das-rochas ou pombo-doméstico, não é considerado em extinção, mas está incluso na lei.

Não ficou claro como o italiano obteve o pássaro – pombos de criação podem ser consumidos. Mas a AIDAA afirmou que o chef incitou colegas a quebrar as regras e a caça para o consumo.

“Ninguém contesta que Carlo Cracco é um grande chef, mas o fato de ele ir na TV para apresentar um prato de carne de pombo – isto é, um animal protegido pela lei nacional e europeia, é um ato criminoso que não pode ser ignorado”, disse Lorenzo Croce, que lidera o grupo de bem-estar animal.

Prato preparado com carne de pombo
Prato preparado com carne de pombo

Fonte: Terra

Imagem: Instagram @foodliday – Imagem Divulgação MasterChef

 

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry