O Jamie’s Italian, restaurante do chef inglês, ativista e apresentador de TV Jamie Oliver, ao lado de sócios brasileiros, acaba de abrir as portas em Campinas neste mês de fevereiro, na alameda do Parque D. Pedro Shopping. É a segunda unidade da rede de restaurantes no Brasil e o 61º da marca no mundo.

Em entrevista ao site Campinas.com.br, o chef fala sobre a paixão pela cozinha italiana e a parceria com o chef Gennaro Contaldo, conta que o público de Campinas pediu a abertura do restaurante na cidade, diz que é fã de feijoada e, para quem está desenvolvendo o próprio talento na cozinha, aconselha: “é importante se divertir com a comida”.

 O que o motivou a abrir a segunda unidade de seu restaurante no Brasil em Campinas? Já conheceu a cidade ou quais as informações que recebeu, especialmente sobre as características do público local?
Jamie Oliver: Muitas pessoas de Campinas nos visitaram em São Paulo durante as primeiras semanas de abertura (o Jamie’s Italian São Paulo Itaim foi inaugurado no final de março de 2015) e nos pediram para abrir o Jamie’s Italian na cidade. Nós só tivemos que verificar! Nossa equipe visitou Campinas logo após a abertura de São Paulo e amou o lugar. É uma grande cidade com a sua própria cultura e identidade, sem mencionar as pessoas extremamente acolhedoras e hospitaleiras, encaixou perfeitamente para nós.

 Como foi a receptividade da primeira unidade em São Paulo?
Jamie Oliver: O Brasil ocupa um lugar especial no meu coração, e o calor e a paixão do povo brasileiro é simplesmente incrível. Eu fiquei encantado pela resposta positiva à nossa abertura em São Paulo, e isso tornou a decisão de abrir um segundo restaurante no Brasil incrivelmente fácil.

 Fale um pouco sobre o cardápio disponível no restaurante, como foi elaborado, a preocupação com a qualidade dos produtos, preços dos pratos e atendimento. 
Jamie Oliver: O menu que lançamos em São Paulo tem sido bem recebido, e estamos muito felizes com as relações que construímos com nossos fornecedores brasileiros e produtores. Para Campinas, o menu é muito semelhante ao de São Paulo, mas tem a excitante adição da seção de pizza (as pizzas artesanais e opções de chopp são as novidades no cardápio do restaurante em Campinas).

 O Sr. virá conhecer a casa (na abertura)?
Jamie Oliver: Infelizmente, eu não vou conseguir, mas espero visitar o Brasil ainda este ano. Dedos cruzados!

 Por que a escolha da gastronomia italiana?
Jamie Oliver: Não é nenhum segredo que eu sou um grande fã da Itália. Eu amo tudo sobre o lugar _desde a bela comida à maneira como as pessoas vivem lá_, eu sempre me sinto em casa. Cozinha italiana é tudo de fantástico, pratos rústicos criados usando os melhores ingredientes – simples, bonito, e super delicioso – o que poderia ser melhor? Quando eu estava na faculdade, eu realmente queria aprender a fazer a massa perfeita, e um dos professores me disse que havia apenas um homem com quem eu poderia aprender: Gennaro Contaldo. Eu dei um jeito de conseguir um emprego na seção de pastelaria e conhecer Gennaro. Eu honestamente acho que não há nada sobre cozinha italiana que ele não saiba, ele é uma absoluta lenda, e tem sido meu mentor e amigo querido desde então. Nós trabalhamos em conjunto no desenvolvimento dos menus para o Jamie’s Italian, bem como muitas outras coisas. Ele é uma verdadeira inspiração e definitivamente um grande fator do meu amor pela cozinha italiana.

 O que o Jamie’s brasileiro possui de diferente? Houve alguma adaptação em relação aos seus outros restaurantes espalhados pelo mundo?
Jamie Oliver: Nós tentamos e mantemos o menu principal em todos os restaurantes Jamie’s italian no mundo o mais próximo possível do que Gennaro e eu concebemos, mas nós encorajamos os chefs a colocarem as suas próprias especialidades no menu a cada dia. Nós utilizamos uma enorme variedade da bela produção local em nossos pratos, e nós também temos uma seção ‘exclusive-to-Brazil’ caipirinha como parte de nossa oferta de drinks, que usa muito “Brazilian spirits” e sabores brasileiros.

 Como define sua comida e qual seu prato favorito?
Jamie Oliver: Para mim, os últimos anos têm sido sobre culinária saudável, colorida, comidas divertidas com sabores incríveis, e posso dizer honestamente que eu realmente apreciei o desafio. Eu tento comer bem durante toda a semana, então eu me dou um pouco de folga no fins de semana, com mais receitas ao estilo ‘comfort food’. É tudo sobre encontrar um equilíbrio: se você procura fazer certo (uma escolha saudável) na maioria das vezes, incluir uma ‘guloseima’ aqui e ali, é tudo de bom. Somos todos humanos, afinal.

 Como funciona seu processo de criação de novos pratos?
Jamie Oliver: Estamos sempre tentando manter o menu fresco e emocionante, então eu tenho reuniões com Gennaro e minha equipe para ajustá-lo e adicionar novos e excitantes pratos sazonais. Nós normalmente passamos um dia na cozinha, brincando com ideias, e então cozinhamos tudo, brincamos um pouco mais, cozinhamos de novo e assim por diante. Alguns pratos todos nós concordamos imediatamente e alguns tomam um pouco mais de tempo para aperfeiçoar.
 Gosta de comida brasileira?
Jamie Oliver: Um dos meus amigos mais antigos, Santos (Almir Santos), é brasileiro e um chef fantástico. Quando eu visitei o Rio pela primeira vez, eu fui com ele e fui introduzido a alguns pratos surpreendentes. Eu sou um grande fã de feijoada e incluí sua versão incrível do prato no meu livro “Comfort Food”.

– Como avalia o mercado gastronômico no Brasil em relação ao resto do mundo? 
Jamie Oliver: Acho que as pessoas de todo mundo estão cada vez mais ousadas e interessadas em experimentar novos sabores e combinações. Brasil não é exceção, mas ao mesmo tempo, é verdade que as tradições originais da comida são conhecidas e amadas.

 Qual o conselho que dá para quem adora cozinhar e pretende aprofundar os conhecimentos para agradar os paladares de familiares e amigos?
Jamie Oliver: Em primeiro lugar, é importante se divertir com a comida. Cozinhe a partir do zero com produtos sazonais frescos e você não vai dar muito errado. Quanto mais você cozinhar, melhor você fica, e mais familiarizado se torna com combinações que funcionam bem juntas. Certifique-se de provar e ajustar o equilíbrio de sabores enquanto está cozinhando até que que pareça certo para você. E lembre-se: se der um pouco errado, não importa, você vai saber na próxima vez, e você pode até mesmo acabar criando algo melhor!

Fonte: Campinas.com

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry