Começou a contagem regressiva para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) que este ano terá provas nos dias nos dias 4 e 11 de novembro. Para você gabaritar na prova é importante ficar atento aos acontecimentos do Brasil e do mundo. Isto porque, questões que envolvem atualidades podem cair nas provas de Filosofia, Sociologia, História, Geografia, Ciências ou até mesmo como tema de Redação, que tem um peso representativo na nota final.

Na hora de estudar sobre o tema, o professor de Atualidades do Curso Poliedro, Daniel Pereira Leite orienta que é ideal consultar diversas fontes de informação, tais como TV, sites, jornais e revistas. Além disso, é importante estar atento aos assuntos que envolvem questões sociais. “A tendência das provas que cobram assuntos atuais é verificar o quanto o estudante está informado diante dos acontecimentos mais comentados na mídia”, indica o professor.

Para te dar uma mãozinha na hora de estudar sobre atualidades, o professor montou uma seleção de temas que podem cair na prova. Confira, estude e prepare-se:

1) Direitos Humanos

Esse é um tema que pode aparecer de diversas formas no Enem. O professor reforça que tópicos que tratam de preconceitos já foram cobrados em diversas edições do Enem, representando uma forte característica de assuntos abordados na prova. Dentre os temas que são grandes apostas para este ano estão:

  • Violência contra Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais ou Transgêneros (LGBT).
  • Crise dos refugiados venezuelanos no Brasil – proveniente de cidadãos fugindo da crise econômica e política em seu país.
  • Onda de refugiados para a Europa, em razão das guerras e terrorismo no Oriente Médio e África.
  • Legalização do aborto na Argentina.

2) Copa do Mundo

O evento pode marcar presença na prova sendo tratado através de alguns desdobramentos. Como por exemplo, os times oriundos da extinção da Iugoslávia ou ainda os jogadores de origem albanesa terem se manifestado contra a Sérvia. O time francês ser multirracial também pode cair na prova por tratar de questões como preconceito e direitos humanos.

3) Brexit

A palavra Brexit vem da junção das palavras inglesas “Britain” (Bretanha) e “Exit” (saída). O processo de saída do Reino Unido da União Europeia iniciado em 2017 e com previsão de término para 2019, cujas negociações acontecem de forma gradativa, pode aparecer no Enem. É possível que seja pedido que os estudantes expliquem sobre os motivos que levaram a esse processo, até seus impactos e consequências, como a perda da contribuição monetária do Reino Unido, a renegociação dos tratados comerciais, entre outros.

4) Governo Trump

Ao assumir a presidência do governo dos Estados Unidos em 2017, Donald Trump, anunciou medidas bem polêmicas, principalmente relacionadas aos imigrantes. A cada passo dado, parece que a impopularidade do presidente aumenta. Uma das medidas que mais chamou a atenção, sendo capa de muitas publicações, foi a aplicação de uma lei dos anos 50, em junho de 2018, que previa que filhos de imigrantes sem documentos poderiam ser separados de seus pais. Na política externa, por sua vez, Trump também tem colecionado uma série de contestações. Ele retirou o país do Tratado do Pacífico, alegando que não havia vantagens e anunciou a saída dos Estados Unidos da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), prevista para 2020.

5) Meio Ambiente

Os domínios ambientais, a relação do ser humano com o meio ambiente e as causas e consequências do efeito estufa, são temas que podem marar presença em diversas matérias como Geografia, Ciências e até mesmo em Redação. Segundo o professor do Curso Poliedro, é importante estar atento principalmente aos problemas causados pela ação humana, como a poluição.

6) Política no Brasil

Com as eleições no Brasil, aponta Pereira, outra possibilidade é que o Enem tenha alguma questão relacionada à política, seus conceitos, cidadania e os diretos da população.

Fonte: Catraca Livre

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Comentários

comentários