Oi pessoal, boa tarde. E aí, tranquilo?

Me chamo Pedro Carvalho e hoje eu vou falar um pouquinho sobre mim e sobre a ideia das nossas conversas.

O meu primeiro contato com cervejas especiais ou artesanais, foi há uns dez anos atrás, quando fiz uma viagem a Visconde de Mauá,  e para impressionar a namorada levei ela em um restaurante caro. A chef era alemã e me convenceu a beber uma Weiss – cerveja que é feita com trigo. Eu, que me considerava um grande bebedor de cervejas, percebi no primeiro gole que, até aquele momento, nunca havia bebido uma cerveja de verdade. Foi aí que a minha história começou a mudar.

Naquele dia, fiquei encantado com o sabor e comecei a provar todas as cervejas que podia. Resumindo: depois de dez anos, aqui estou pobre e sem namorada (brincadeira).

A minha ideia é ajudá-los para que tenham uma experiência tão incrível quanto eu tive. É dar dicas para que possam comprar algumas cervejas e beber em uma ordem que uma não atrapalhe a outra. Vamos conversar sobre como poderá oferecer para os seus amigos uma cerveja bacana e que não te leve à falência, alguns termos técnicos, além de dicas para fazer a sua própria cerveja em casa.

Estamos vivendo um período de mudanças, não somente aqui no Brasil, as microcervejarias estão surgindo e crescendo pelo mundo todo. Hoje, você entra em um mercado e encontra trinta, as vezes mais rótulos de cervejas especiais – e isso é maravilhoso. A maioria dos bares tem percebido essa mudança no hábito de consumo e com isso, disponibilizando muitas opções – ao invés das cervejas industriais que nós estamos acostumados a ver nas prateleiras.

Com tantas lojas especializadas, aproveito para deixar a minha dica do dia: tenho certeza que perto de você há uma loja assim ou uma cervejaria, então, vai lá! Mas você deve estar se perguntando:  “como assim? Eu não conheço o lugar, muito menos o doido que escreveu aquele artigo sobre cervejas, como vou lá?”.  Respondo fácil essa pergunta: nunca bebeu uma cerveja artesanal? Pode ir. Garanto que se surpreenderá. Peça ajuda ao vendedor e permita-se conhecer um mundo novo com sabores incríveis. Cerveja é a bebida mais consumida no mundo e é um lubrificante social fenomenal. Viva essa experiência e depois comente com a gente.

Pessoal, muito obrigado pela atenção. Espero encontrá-los sempre por aqui ou num barzinho mais próximo, estarei sempre à disposição. Um brinde ao nosso encontro de hoje e aos futuros! Saúde!

Este artigo foi escrito por Pedro Carvalho, colunista do Portal FoodJobs. Nosso mestre cervejeiro veio para mostrar, por meio de seus artigos, as mudanças culturais do Brasil nos últimos anos em relação às cervejas, principalmente, no que diz respeito a alteração no hábito dos brasileiros – além de dar as melhores indicações e orientações para consumo.
Para ler mais artigos deste colunista, clique aqui.

 

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Comentários

comentários