Não importa se é para economizar, para comer algo mais saudável no almoço ou por comodidade: levar marmita para o trabalho é sempre uma boa ideia. Mas se você quer um almoço caseiro no escritório sem percalços — sem molho espalhado pela bolsa e sem colegas reclamando do cheiro da comida — deve se preparar bem para montar e transportar a refeição. Confira abaixo cinco dicas espertas e bom apetite!

Evite alguns ingredientes

Alguns pratos são deliciosos, mas causam brigas no escritório quando reaquecidos por causa de seu cheiro forte. Por isso, é melhor deixar ingredientes como nabo, couve-flor e pimentão para comer em casa. Por outro lado, existem alimentos que não resistem bem ao transporte e reaquecimento no forno ou micro-ondas: batatas fritas (e frituras, de maneira geral), empanados, risotos e alguns tipos de carne, por exemplo, não ficam muito apetitosos.

Invista em pratos que mantenham umidade

Carne de panela, arroz de forno, almôndegas com molho são alguns pratos que resistem bem à vida na marmita: aposte em pratos que mantenham alguma umidade. Omeletes recheadas, ovo cozido, legumes no vapor e batatas assadas ou gratinadas também são boas opções. Peixes, por exemplo, costumam ser malvistos por causa do cheiro que deixam no micro-ondas — mas, quando têm molho, podem ser uma boa refeição.

Seque as folhas da salada

Folhas como alface, espinafre ou rúcula costumam ser mais frágeis para transportar na marmita, o que desanima um pouco na hora de levar saladas para o escritório. Para evitar esse problema, seque muito bem as folhas antes de acondicioná-las no pote. Aposte também em folhas mais escuras, como agrião, espinafre e couve, que são mais resistentes. E deixe para temperar a salada somente na hora de servir — isso também ajuda a manter as folhas intactas.

Escolha bem onde você vai levar a comida

Marmita pode ser de metal, de plástico, de silicone, de vidro… Seja qual for o material, é bom se atentar a alguns detalhes. Invista em uma bolsa térmica para garantir a conservação do alimento (isso vale em dobro se você não tiver uma geladeira no escritório) e sempre cheque os fechos do pote. E, pode parecer uma sugestão tola, mas não encha a marmita até a borda: a chance dos inevitáveis solavancos no caminho deslocarem a comida (e, por consequência, abrirem o pote) só aumenta se não houver um pouco de “espaço de manobra” no recipiente. Se der, leve cada porção separadamente — por exemplo, feijão em um pote, arroz em outro.

Coloque a marmita na geladeira

Nada de ficar zanzando com a sacola térmica dentro da empresa: chegou ao escritório, a marmita tem que ir direto para a geladeira. Como em toda cozinha compartilhada, vale a sugestão de etiquetar os potes ou guardar tudo em uma sacola com seu nome para identificar o dono da refeição. Se por acaso você não comeu a refeição no dia, não a esqueça dentro da geladeira — descarte-a ou leve de volta para casa.

Fonte: UOL

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Comentários

comentários