A Itália passou tantos séculos dividida territorialmente e em constantes guerras civis que, mesmo com a unificação de suas 20 regiões no século 19, as culturas se mantiveram distintas – e assim são ainda hoje as culinárias locais. São essas 20 cozinhas cheias de peculiaridades que marcam a quinta edição da Settimana della Cucina Regionale Italiana, que de 17 a 23 de outubro ocupa 20 restaurantes da cidade.

Por sorteio, cada um deles será o anfitrião de uma região da Itália, que inspirará o menu de quatro etapas a ser servido do jeito que se faz na Itália: antepasto, primeiro prato (arroz, massa), segundo prato (carne, peixe) e sobremesa. Cada cozinha receberá um italiano da região em questão, para preparar os pratos a quatro mãos ao lado do chef da casa.

Na Trattoria Fasano, a cozinha será a da Úmbria, com receitas como a posta de bacalhau selada no azeite e assada com pinolis, uvas passas e azeitonas verdes, como opção de segundo prato. No Supra, que receberá um chef da Puglia, uma opção de segundo prato é o cabrito ao forno com creme de batatas e cebola agridoce.

Já no Attimo, que representará a região Trentino-Alto Ádige, um dos primeiros pratos é o nhoque de batata com peito de codorna e creme de cebola. É para o Attimo, aliás, que vai um chef italiano com uma estrela Michelin, Matteo Metullio, do restaurante La Siriola, que fica no hotel Ciasa Salares, no norte da Itália.

O menu de quatro etapas será servido em todos os restaurantes sempre no jantar, com preços que variam em torno de R$ 130. No almoço, serão apenas três etapas (cerca de R$ 80, de acordo com o restaurante).

SERVIÇO

Programação completa em: 

www.settimanacucinaitaliana.com.br

Fonte: Paladar 

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry