Hábito herdado diretamente dos povos indígenas, o chimarrão é muito mais do que uma bebida tradicional de região sul do Brasil e de parte da América do Sul. Preparado de erva-mate com água quente, tomado em uma cuia, tornou-se um símbolo de comunhão e tradição principalmente no Rio Grande do Sul, mas também em Santa Catarina, Paraná, Mato Grosso do Sul, e até no Uruguai, Argentina e Paraguai. Entre os gaúchos, o chimarrão é símbolo da cultura e da identidade local de tal forma que o dia 24 de abril tornou-se seu dia oficial – e a roda de chimarrão, onde divide-se a cuia entre todos, é o símbolo de hospitalidade e fraternidade.

Chima5

A diferença do chimarrão para outras bebidas feitas com mate está em seu preparo: servido quente em uma cuia, sem aditivos que alterem o sabor da bebida. Justamente por isso, o refino na hora do preparo é fundamental. A quantidade de erva, água, e a temperatura influenciam no resultado da bebida pronta – e nem todos sabem como preparar um bom chimarrão.

Chima2

Pois nem todo mundo que deseja preparar o chimarrão nasceu no berço da tradição. E como facilitar a vida de quem quer começar esse hábito? Como mexer em uma verdadeira cerimônia, tão tradicional, sem descaracterizá-la e, principalmente, sem alterar seu sabor?

Diante do desejo de iniciantes, turistas ou simplesmente daqueles que não conhecem tão bem o hábito, os professores universitários Fabricio Kipper e Saulo Chielle, ambos gaúchos, desenvolveram o Chimafácil, um dispositivo que auxilia o preparo do chimarrão tradicional, permitindo que qualquer pessoa consiga preparar a bebida de forma eficiente e ainda saborosa.

Chima1

Trata-se, como o nome já sugere, de um processo prático e direto: uma plaquinha de plástico ou metal, adaptada a diversos tamanhos diferentes, posicionada ao centro da cuia. A erva é adicionada de um lado, e a água quente do outro. Bastará, então, aguardar alguns segundos, e retirar a plaquinha que o chimarrão estará pronto – com a quantidade certa de erva água, e do “montinho” de mate postado de forma correta. Aí é só colocar a bomba e desfrutar.

Chima10

O Chimafácil não só facilita o preparo como evita sujeira e desperdício. “Não precisa segurar a erva com a mão, além de permitir a possibilidade de recuperar um chimarrão perdido pelo desmoronamento do morrinho”, explica Saulo, que, ao lado de Fabrício, levou dois anos desenvolvendo a ideia inicial até chegar ao produto final como é hoje. O Chimafácil é vendido em diversos tamanhos e cores.

Chima8 Chima9

Fonte: Hypeness

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
1

Comentários

comentários