O estilo tradicional em residências norte-americanas, tem dado um clima bastante moderno e charmoso às casas brasileiras.

Por aqui o estilo é conhecido também como cozinha integrada, cozinha compartilha e ainda cozinha gourmet. Nomes à parte, o que importa é que o conceito aberto integra ambientes com perfeição, o que mantém o cozinheiro ou anfitrião em permanente contato com os convidados que ocupam as salas de estar ou jantar.

Mas, para ter uma autêntica cozinha americana, alguns cuidados devem ser tomados, principalmente em casos de reformas. Para ajudar quem está investindo em um projeto assim, confira as dicas que separamos.

Analise a planta
O ideal é que o imóvel já tenha espaço para o balcão. Mas se na sua casa as paredes dividem os ambientes, atenção: peça para um engenheiro fazer uma avaliação. Ele vai verificar se há pilares, encanamentos e fiação elétrica no caminho. 

Acerte nas medidas 
Uma cozinha americana geralmente conta com um balcão ou uma ilha. A altura ideal do balcão é 1,10 m e da ilha é 90 cm, mas você pode instalar conforme a sua necessidade. Na hora de comprar as banquetas, dê preferência para os modelos giratórios e com altura regulável.

Use a criatividade
Por falar em balcão, ele é o que mais se destaca na cozinha americana, pois é o que delimita os ambientes. São diversas opções de materiais para escolher. Desde alvenaria até madeira ou MDF, seja qual for, o resultado fica excelente. O mais usado é o de alvenaria, que pode combinar com tampão de granito, quartzo ou madeira.

Aproveite os espaços
A ausência de uma parede na cozinha pode significar menos espaço para os armários. Uma ideia é reservar o espaço atrás do balcão ou embaixo da ilha para suprir essa necessidade.

Evite o mau cheiro
Se você tem o costume de fazer frituras, a cozinha americana pode ser uma furada! O cheiro costuma se espalhar por toda a casa. Uma solução é ter uma boa ventilação no ambiente, além de um exaustor ou uma coifa de boa qualidade, para sugar toda a fumaça.

Pense na decoração
Como o espaço é aberto, deve se integrar não só à sala mas também à decoração. Não é preciso combinar os móveis e as cores da decoração, mas a dica é seguir um mesmo estilo para criar harmonia entre os cômodos. Use eletrodomésticos, plantas e outros itens para dar toques de cor. Luminárias mais elaboradas também são bem-vindas.

Fonte: Sou Mais Eu e Arquitetando na Net

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
11